Força tarefa traça cronograma de fiscalizações para a temporada de verão

Imbituba

Uma reunião, realizada na tarde desta quarta-feira (09), na sede da Secretaria de Saúde de Imbituba, tratou de um assunto delicado e que está entre os principais pedidos da comunidade junto ao poder público – a fiscalização de denúncias.

São muitas as denúncias feitas pelos moradores diariamente. E no verão, a demanda cresce consideravelmente. São pedidos de fiscalização em ligações clandestinas de esgoto, em estabelecimentos comerciais sem alvará de funcionamento, em ruas sem iluminação pública, entre outros.

O encontro reuniu representantes de todas as secretarias municipais, para traçar um cronograma de fiscalizações em Imbituba, principalmente, durante a temporada de verão.

“Com essa parceria, entre os secretários e todos os fiscais do município, acredito que a gente vai conseguir atender boa parte das demandas. Vamos trabalhar em conjunto para atendermos a comunidade”, reiterou a Secretária de Saúde, Graciela Wiemes Ribeiros.

Outro ponto levantado na reunião e que será alvo de uma forte fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), é com relação ao uso de canudos em Imbituba. Em agosto do ano passado, foi aprovada a lei municipal que determina que bares, casas noturnas, hotéis, lanchonetes, restaurantes e padarias do município, não vendam bebidas acompanhadas dos tubos flexíveis.

“O município de Imbituba tem vários estabelecimentos e, na temporada de verão, abre espaço para outros pontos de comércio, como trailers e ambulantes. Nós montamos esse cronograma e vamos intensificar essa fiscalização. Mas, o que os nossos ficais têm visto, é que são poucos os casos de estabelecimentos que ainda não aderiram à nova lei”, disse o Secretário do Meio Ambiente, Paulo Márcio de Souza.

Vale ressaltar que, quem descumprir a Lei 5036/18 poderá ser multado em até R$ 3.170,00, além da possível interdição do estabelecimento comercial. por Rodrigo Speck

Comentários