Imbituba zera fila para exame de cateterismo e colonoscopia

 

A Prefeitura Municipal de Imbituba, através da Secretaria de Saúde, comemora grandes resultados na realização de exames. O cateterismo teve a fila de espera zerada na última semana. Noventa e quatro pacientes aguardavam o procedimento eletivo e de urgência/emergência, alguns destes desde 2012. Nesta semana, cento e vinte pacientes que estavam na fila de esperar começaram a realizar o ecocardiograma –  exame que avalia o funcionamento do coração, a expectativa é que a lista também seja zerada, normalizando a demanda e a realização do procedimento.

Cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem todos os anos vítimas de doenças cardiovasculares (como ataques cardíacos e derrames) – causa número um de morte em todo o planeta. O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com a entidade, grande parte dessas vítimas tinha comportamentos considerados não-saudáveis, como o tabagismo, o consumo de alimentos com excesso de sal e sedentarismo.

Para o prefeito Rosenvaldo Júnior, que é médico cardiologista e conhece bem os problemas relacionados ao sistema cardiovascular, apesar da burocracia em alguns casos, a prioridade da sua administração é sanar problemas que vem se arrastando por anos. “As doenças cardiovasculares são a maior causa de morte no Brasil e no mundo, e nestes casos o tempo é precioso e pode dar maior sobrevida para o paciente, por isso decidimos priorizar e não deixar qualquer paciente à espera deste tipo de exame ou cirurgia”, explica o Prefeito.

O procedimento

O cateterismo cardíaco é considerado um procedimento invasivo e utiliza uma sonda ou cateter para identificar doenças obstrutivas, bem como obter detalhes anatômicos das cavidades ou das válvulas do coração. O procedimento é solicitado aos pacientes com suspeita de aterosclerose (formação de placas de gordura nas artérias coronárias), mas pode ser aplicado emergencialmente em casos de infarto agudo no miocárdio. O exame também possibilita o reconhecimento de defeitos congênitos em recém-nascidos e crianças.

Zerando filas

Outro exame que teve a fila de espera zerada nesta semana, foi o de colonoscopia (que auxilia a detecção de câncer no intestino), foram 105 exames realizados. A endoscopia – exame que identifica e analisa doenças n a mucosa do esôfago, estômago e primeira parte do intestino delgado –também terão a fila de espera zerada ainda este mês.

Comentários