Operação “Senhor das Armas” é realizada em Imbituba e outras cidades

 

A Delegacia de Combate às Drogas (Decod) deflagrou a Operação Senhor das Armas na tarde desta segunda-feira (5), quando cumpriu 12 mandados de busca e apreensão, e três mandados de prisão preventiva nas cidades de Imbituba, Laguna, Palhoça, São José e Porto Alegre (RS).

Segundo a Polícia Civil, a ação se trata do desdobramento da descoberta de um dos maiores laboratórios de drogas sintéticas em Florianópolis, no Bairro Carianos, no mês passado. Em Imbituba, a Polícia Civil apoiou a Decod no desdobramento das investigações. Segundo o delegado Raphael Giordani, um dos veículos apreendidos em poder do traficante preso em Florianópolis consta no sistema de consulta do Detran, o Detrannet, como de propriedade de um cidadão de Imbituba, o que originou o mandado de busca na residência do suspeito, cumprido nesta segunda, no centro da cidade.

“Nas diligências efetuadas não se logrou êxito na apreensão de objetos ilícitos. O suspeito não se encontrava e nada de ilícito foi encontrado no local”, relata Giordani, que dará prosseguimento às investigações.

Já em Laguna foi autuado em flagrante Luís Fernando Miranda De Oliveira, pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e organização criminosa.

Em Palhoça foi preso preventivamente André Luís Espindola, além de autuado em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Conforme a Polícia Civil, André era o responsável pela manutenção e produção de prensas automáticas utilizadas para fabricar comprimidos de ecstasy, por possuir um laboratório no município.

De acordo com a Polícia Civil, as prensas eram vendidas para os grandes traficantes da Grande Florianópolis. André também fabricava submetralhadoras, que eram comercializadas entre criminosos envolvidos com o tráfico de drogas na região.

Em sua oficina e casa foram apreendidos: cerca de 4 quilos de insumos metilona, MDMA, cafeína e corante para a fabricação das drogas sintéticas, uma pistola calibre 7.65, 33 comprimidos de ecstasy, duas prensas automáticas, três submetralhadoras caseiras, 13 molas recuperadoras, 20 molas para carregador, 36 gatilhos, 23 carregadores para 30 e 50 munições, uma mira laser para pistola e quatro balanças de precisão.

Em Porto Alegre foram presos Marcino Solimar Paz e Simone Da Silva Steffen, braços da organização criminosa estado gaúcho.

Também foram alvos de sequestro, após representação da autoridade policial, um veículo Mercedes Benz A 200 turbo, um veículo Passat 2.0 turbo, um veículo BMW 535 i, um veículo Fiat/Idea Adventure e um apartamento em Canasvieiras avaliado em R$ 350 mil, totalizando quase R$ 700 mil.

Comentários